­

Notícias

Acompanhe e reveja todas as iniciativas desenvolvidas pela Delegação Regional da Madeira da Ordem dos Economistas.

Fado é património, mas o dueto é que comanda
 
[Nesta época natalícia, tão musical, tentemos não ir em cantigas...]
 
Há 30 anos atrás, David Bowie e Freddie Mercury conquistavam os tops europeus com a música Under Pressure. Hoje, é o duo Merkozy que reina nos noticiários. Curiosamente, com a mesma canção. 
 
Depois de, durante meses, Berlim e Paris terem optado pelo Sound of Silence, chegou a hora de tomar decisões. São elevadas as expectativas em relação à próxima Cimeira Europeia; um fracasso desta e a Europa bem poderá dizer ao euro I’ll Be Missing You.
 
Em conferência de imprensa, Nicolas Sarkozy e Angela Merkel reafirmaram o estatuto de independência do Banco Central Europeu. Descodificando: não haverá uma significativa injecção de liquidez nas economias que estão a atravessar dificuldades. Tal medida permitiria evitar uma recessão mais profunda; mas seria geradora de inflação e, como bem sabemos, isso remete imediatamente os alemães para aquele período da História em que o seu país foi governado por um senhor com um bigode ridículo. Quanto às Eurobonds, continuam a ser encaradas como Somethin’ Stupid. Ao que consta, o plano dos dois governantes passa pela criação de uma regra de ouro que permita aos tribunais constitucionais averiguar se os orçamentos nacionais vão no sentido do equilíbrio. E será proposto, ainda, um novo Tratado que inclua sanções automáticas para os países que apresentem défices excessivos. A este propósito, permitam-me recordar que existia um mecanismo semelhante no Pacto de Estabilidade e Crescimento. Sucede que, em 2002, França e Alemanha foram a Bonnie&Clyde das finanças da zona euro, pelo que não houve punição para ninguém (inclusive para nós, que tínhamos estado em incumprimento no ano anterior). Pode ser que, uma vez inscritas num Tratado-com-nome-de-uma-qualquer-cidade-dinamarquesa, se tornem regras para cumprir. Pelo menos, que os mercados acreditem nisso!
 
Não estando particularmente optimista, espero que o fim da semana traga boas notícias e soluções. É que eu aguardo pelo The Time of My LifeI!
 
Nota: Vera Gouveia Barros escreve de acordo com a antiga ortografia.
­